Turquia acusa pivô da NBA de ser membro de grupo terrorista e pede sua prisão

Enes Kanter, do Oklahoma City Thunder, é crítico do atual governo turco

Relacionadas

O mundo parece estar virado do avesso nos últimos tempos por causa de inúmeros ataques terroristas em vários lugares, causando a morte de milhares de pessoas. E com oreagir ao saber que um jogador da NBA está sendo acusado de participar de um desses grupos? Pois é exatamente o que está acontecendo com Enes Kanter, do Oklahoma City Thunder.

O pivô de 2,11m de altura é "perseguido" pelo atual governo de seu país, pois, segundo o jornal Daily Sabah, o atleta é bastante crítico do atual governo, liderado pelo presidente Recep Tayyip Erdogan. O pivô apoia Fethullah Gulen, membro da oposição, que é acusado de tentar dar um golpe de estado em julho de 2016. Por causa disso, teria vivido uma situação delicada na semana passada, ao ter o seu passaporte cancelado pelo governo turco, o que foi resolvido horas depois.

Ainda de acordo com a publicação, Kanter recebeu uma ordem de prisão pelo seu envolvimento com "uma organização terrorista". Apesar da ameaça de prisão, é pouco provável que o atleta seja extraditado dos Estados Unidos. O pivô inclusive postou uma mensagem nas redes sociais dando risadas e ironizando a situação.

 

Well!! Hello The most beautiful country in the world. The United States Of America ❤️ Home Sweet Home

Uma publicação compartilhada por Enes Kanter (@eneskanter11) em

MAIS SOBRE:

Basquete NBA Estados Unidos Recep Tayyip Erdogan Oklahoma City Thunder Basquete Terrorismo
Comentários