18 dias após quebrar a perna, João Paulo compartilha início de fisioterapia

Meio-campista do Botafogo levou a pior em uma dura dividida com o vascaíno Rildo

Relacionadas

Às vesperas da decisão do Campeonato Carioca, o torcedor do Botafogo ganhou um motivo para comemorar: João Paulo iniciou o processo de fisioterapia 18 dias depois de ter quebrado a perna direita. O atleta teve que passar por uma cirurgia pois fraturou tanto a tíbia quanto a fíbula em um lance justamente contra o Vasco, rival desta final.

Palmeiras deve arrecadar mais de R$ 10 milhões em uma única semana

Acusado de um crime e outros três delitos, McGregor deixa delegacia algemado

Cristiano Ronaldo tem apenas 7% de massa gorda e idade biológica de 23 anos

"Após 18 dias de cirurgia, na clínica @institutofisioazevedo. Com a ajuda dos meus grandes fisioterapeutas e amigos", escreveu João Paulo, na rede social. A imagem mostra o atleta fazendo o tratamento em uma academia.

Capitão da equipe até então, João Paulo levou a pior em uma dura dividida com Rildo, que entrou com um pé alto e machucou o meio-campista. O rival acabou suspenso pelo STJD até o atleta do Botafogo voltar aos treinos ou até o prazo máximo de 180 dias.

Relembre o lance:

De acordo com Ricardo Bastos, um dos médicos que operou João, o processo de recuperação necessita de paciência. Um retorno de João Paulo aos campos ainda este ano, contudo, não está descartado. 

O Botafogo encara o Vasco neste domingo, às 16h, no Maracanã. Como perdeu o primeiro jogo por 3 a 2, para o Botafogo levantar a taça o time precisa ganhar por dois ou mais gols de vantagem. Se vencer por um gol de diferença a disputa se resolverá nos pênaltis. Em caso de empate a vantagem é do Vasco. 

MAIS SOBRE:

FutebolCampeonato Carioca de FutebolBotafogoVascoRildoSTJD [Superior Tribunal de Justiça Desportiva]
Comentários