20% da população da Islândia solicita ingressos para a Copa do Mundo

Entusiasmo com a classificação inédita é tanto que um em cada cinco islandeses quer ir à Rússia

A Islândia conseguiu a classificação para uma Copa do Mundo pela primeira vez na sua história e, por causa disso, é enorme o entusiasmo da população local com o feito.

Tanto que 20% da população total do país (que segundoa Wikipedia tem 320 mil habitantes) solicitou, à Fifa, ingressos para poder ver o Mundial - algo em torno de 64 mil solicitações. Isso mesmo com a seleção islandesa ter caído em um "grupo da morte" - o D, junto com Argentina, Nigéria e Croácia. As informações foram publicadas pelo diário espanhol Sport.

Palmeiras faz desafio: Você sabe a escalação do time que faturou o hexa brasileiro?

Fifa anunciou, por meio de um comunicado oficial, que recebeu 4.905.169 pedidos por ingressos feitos por torcedores ao redor do mundo interessados em acompanhar nos estádios da Rússia os jogos da Copa de 2018. Este número foi registrado antes do fim do período de solicitações por bilhetes, concluído no fim de janeiro, antes da realização do sorteio que determinará, de forma aleatória, os compradores que ganharão o direito de adquirir as entradas.

Casagrande afirma que Palmeiras é 'muito melhor' do que o Corinthians

A entidade que comanda o futebol mundial também confirmou que mais da metade dos pedidos foram realizados por torcedores da Rússia, responsável por 2.503.957 solicitações. Bem distante deste número, a Alemanha, cuja seleção defenderá o tetracampeonato mundial obtido em 2014, ocupa o segundo lugar neste ranking de procura por parte de seus fãs, com 338.414 solicitações.

A Islândia é o país com a menor população entre todas as nações que vão disputar o Mundial. Nas eliminatórias europeias, os islandeses chegaram a 22 pontos ganhos em 10 rodadas e confirmaram a primeira colocação do Grupo I. 

+ Fotos: Zagueiro Gil compra mansão de 980 m² com cinema no Rio; veja

A nação tem apenas centenas de jogadores registrados como profissionais e despontou para o mundo do futebol na Eurocopa de 2016, quando eliminou a favorita Inglaterra nas oitavas de final e só caiu nas quartas para a França.

MAIS SOBRE:

futebolMundialIslândia [Europa]Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]Fifa [Federação Internacional de Futebol]Eurocopa
Comentários