Abel Neto diz que já sofreu ofensas racistas em estádios brasileiros

Jornalista foi um dos convidados do programa 'Bem, Amigos!', do canal SporTV

Relacionadas

Um dos convidados do programa "Bem, Amigos!" desta segunda-feira, no canal SporTV, o jornalista da Rede Globo Abel Neto afirmou que já sofreu ofensas racistas de torcidas de futebol enquanto trabalhava.

Após ser qustionado sobre o assunto por Luis Roberto, o repórter disse que já foi vítima desses ataques "muitas vezes. Até hoje quando vou a algum estádio, dependendo do lugar, tem alguns xingamentos. Em português claro: macaco. Na verdade, esse tipo de falta de educação, de intolerância, tem relação com todo mundo, independente de ser negro. Às vezes é por bairrismo, já vi mulheres repórteres, ofensas, xingamentos. São coisas que existem, infelizmente, não só no Brasil, mas em todas os países no mundo, mas que a gente tem que enfrentar". 

"Acho que todo mundo é igual, mulher, negro, branco, japonês, índio. Enfim, se você tem a oportunidade e vai atrás, você consegue. Ainda bem que é minoria. A maioria é carinhosa, é respeitosa com o nosso trabalho. Em relação a entrar no mercado de trabalho, não (sofri), mas a gente ainda enfrenta esse tipo de coisa desagradável no dia-a-dia dependendo do ambiente", continuou Abel. 

E concluiu: "Acho legal a gente refletir. Pode ser o início de uma coisa que daqui a dez anos vai ser totalmente diferente de hoje, que tem o preconceito, a discriminação, xingamento, gente que não aceita. Pode mudar muito e está sendo um pontapé inicial".

 

 

MAIS SOBRE:

futebol
Comentários