Abençoado pelo Papa, Ruschel marca seu primeiro gol na volta à Chapecoense

'Momento único', disse jogador que marcou único gol do time em amistoso contra a Roma

Em um amistoso no estádio Olímpico, a Chapecoense enfrentou a Roma e perdeu a partida por 4 a 1 nesta sexta-feira, 1. Mas o resultado foi o que menos importou. O lateral Alan Ruschel marcou, de pênalti, seu primeiro gol desde que sobreviveu à queda do avião que levava a equipe para a Colômbia.   

Alan Ruschel, os jogadores da Chapecoense e familiares das vítimas se encontraram com o Papa Francisco um dia antes da partida amistosa. A delegação presenteou o pontífice com uma bola de futebol com as cores do clube - verde e branco - e fez algumas fotos.

"Sinto que houve um milagre em minha vida", declarou o lateral, que voltou a atuar pela Chapecoense no último dia 7, em amistoso com o Barcelona no Camp Nou. "Estou muito contente por poder voltar a jogar, e agora aproveito cada minuto que estou jogando", disse após encontro com o Papa.

Ao final da partida, Ruschel voltou a agradecer a oportunidade de voltar aos gramados. "Momento único. Tô podendo realizar um sonho de novo, que é voltar a jogar. Tô muito feliz por esse momento, só tenho agradecer a Deus por tudo que ele está fazendo na minha vida", disse à "SporTV". 

 

MAIS SOBRE:

futebolChapecoenseRoma [Associazione Sportiva Roma]Papa Francisco
Comentários