Aconteceu de quase tudo no Fla-Flu; saiba os melhores momentos e veja reações

VAR, técnico passando mal e expulsões são destaques em jogo movimentado no Maracanã

Relacionadas

O confronto entre Flamengo e Fluminense pela Taça Rio foi quente. Muito quente. Houve golaço, VAR, expulsões, gol anulado, dois pênaltis, briga, técnico passando mal, gente pedindo para não bater penalidade e vitória do Flamengo nos acréscimos.

Antes do jogo, um momento bonito: a garota Laís, que viralizou em uma imagem do último domingo, entrou em campo acompanhada do avô. Mas quando o juiz apitou, não teve momento de tranquilidade durante a partida. Com um minuto de jogo, Léo Santos fez o gol, mas o VAR entrou em ação e o juiz Marcelo de Lima Henrique, após consultar as imagens, resolveu anular. A bola voltou a rolar depois de seis minutos.

Os dois times foram criando chances até que, aos 29, Bruno Henrique ajeitou e Renê soltou a bomba de fora da área. Gol do Flamengo. Bruno Henrique participou de outro lance importante no primeiro: deu uma entrada violentíssima em Gilberto aos 49 e levou cartão vermelho direto, deixando o Flamengo com um a menos em campo.

Aos 13 do segundo tempo, o VAR entrou em ação novamente. Marcelo de Lima Henrique conferiu na telinha e marcou pênalti para o Fluminense, em falta de Léo Duarte sobe Everaldo. Luciano pediu para não bater e Yoni González assumiu a responsabilidade, sem decepcionar. Placar empatado.

O jogo seguiu e teve faltas duras e bola no travessão - Yoni González chegou perto de anotar o segundo. Aos 45, uma disputa entre Dodi, do Fluminense, e Renê, do Flamengo, quase se transformou em briga, com diversos jogadores rubro-negros partindo para cima do juiz.

Aos 47, por pouco o Fluminense não matou o jogo em um contra-ataque. Mas, no minuto seguinte, Léo Santos cometeu pênalti em Lucas Silva, os atletas do tricolor se revoltaram. Everton Ribeiro cobrou com categoria e fez 2 a 1, levando o Flamengo para a final da Taça Rio.

A raiva dos tricolores não se dissipou rapidamente. Ganso irritado, foi expulso por reclamar e empurrar o quarto árbitro, a quem chamou de "babaca". Fernando Diniz, técnico do Flu, também falou muito com Marcelo de Lima Henrique.

Enquanto isso, Abel Braga teve um mal-estar, foi levado para o vestiário, onde foi medicado, e depois transferido para o hospital Pró-Cardíaco por precaução. O técnico passa bem. Depois, na saída para os vestiários, houve confusão entre os atletas. Muita coisa em apenas 90 minutos de futebol. Como não podia deixar de ser, não faltaram reações nas redes.

MAIS SOBRE:

futebolFlamengoFluminenseCampeonato Carioca de Futebol
Comentários