Acusado de racismo, Alê Oliveira se defende: 'Irresponsáveis irão pagar'

Comentarista se envolveu em uma confusão com uma funcionária da ESPN

Relacionadas

Uma notícia chamou atenção na manhã desta quarta-feira. O colunista Léo Dias, do jornal O Dia, revelou uma briga do comentarista Alexandre Oliveira com uma maquiadora da ESPN. De acordo com ele, Alê, como é conhecido, teria sido racista com a funcionária.

Segundo o UOL Esporte, que apurou o caso com a ESPN, a briga realmente aconteceu na última semana, mas que a própria funcionária disse que não foi vítima de racismo em momento algum. Segundo nota publicada, para evitar conflitos futuros, a emissora teria mudado o horário da maquiadora.

Fora do Bate-Bola Debate nesta quarta-feira, Alê alegou estar "de cabeça quente" e aproveitou o dia para ir até uma delegacia prestar queixa pela acusação. Ele, porém, utilizou as suas redes sociais para se defender, se queixando que o episódio pode ser prejudicial à sua família: "Essa é minha família. Simples assim. Todos que me conhecem sabem da minha índole. Uma covardia dessas não me atinge, mas sim as pessoas da minha família que eu tanto amo. Estou com nojo, mas tenho certeza que o bem sempre vence, e os irresponsáveis irão pagar. Obrigado pelo apoio", postou no Twitter e no Instagram, ao lado de uma foto em que está com sua esposa, filha e duas enteadas.

MAIS SOBRE:

FutebolTwitterracismo
Comentários