Acusado de receber fortuna para se tornar cidadão de Nápoles, Maradona se irrita

Ex-craque argentino teria embolsado a quantia de R$ 860 mil pelo título honorário

Relacionadas

O ex-craque Diego Armando Maradona negou nesta terça-feira que pediu dinheiro para receber a cidadania honorária de Nápoles e ressaltou que quando recebeu o convite, aceitou imediatamente. Em entrevista coletiva, ele disse que "a sociedade é escrava do dinheiro" e atacou quem o acusou de pedir 230 mil euros, aproximadamenteo R$ 860 mil, para participar do evento de entrega da cidadania.

"Juro pela minha mãe, que me olha lá do céu, que ninguém me falou de dinheiro. Ninguém. Quando me propuseram a cidadania, aceitei imediatamente. Por que sempre há que pedir dinheiro? Para mim não é assim", afirmou. "Certamente quem pensa assim está mal da cabeça, muito mal. Dinheiro, dinheiro, dinheiro. Gostaria de ficar frente a frente com quem falou dos 230 mil euros que ganhei, ou 450 mil euros, para cuspir na sua cara", acrescentou.

O argentino defendeu seus valores e disse que percebeu que teria uma relação particular com Nápoles desde o primeiro momento em que chegou ao clube pelo qual mais brilhou. "Hoje sou um cidadão napolitano, mas a cidadania de Nápoles eu já tinha desde o primeiro dia em que usei a camisa número 10 deste clube (...) A levo no coração há muito tempo", finalizou.

MAIS SOBRE:

FutebolMaradonaNápolesfutebolArgentinaNapoli
Comentários