Alexis Sánchez apostou que Mourinho seria demitido - e não foi pouco dinheiro

Chileno agora cobra a aposta feita com o zagueiro argentino Marcos Rojo

Relacionadas

Que o clima no Manchester United não era bom, isso não é novidade. Uma reportagem do The Sun nesta sexta-feira revela um fato inusitado que demonstra que os bastidores do clube enquanto o técnico José Mourinho ainda comandava o time era ainda pior do que imaginávamos.

O periódico britânico comenta que o chileno Alexis Sánchez teria apostado com o argentino Marcos Rojo que Mourinho seria demitido. E, na última terça-feira, ele foi mesmo. Com o fim da permanência do português no clube, o zagueiro agora deve a seu colega de time.

A matéria conta ainda um trecho de uma conversa que aconteceu no grupo dos jogadores. "Eu te avisei! A paciência é tudo. Rojo, você me deve 22 mil euros (R$ 97 mil)", teria escrito Sánchez no bate-papo. 

Durante a temporada, Mourinho e Alexis Sánchez chegaram a ter alguns problemas. Em novembro deste ano, após o treinador não levar o camisa 7 para um duelo pela Liga dos Campeões apesar de afirmar que não tinha nada de errado com ele, nenhuma lesão ou algo do tipo, rumores surgiram de que o atleta deixaria o United já na próxima janela de contratações.

O atacante chileno chegou em janeiro e é o mais bem pago do elenco. Ele recebe 1,4 milhão de libras por mês (cerca de R$ 7 milhões). Curiosamente, o jogador foi uma indicação do próprio Mourinho na última janela de inverno. 

 Resta saber como vai ser seu relacionamento com o ex-atacante Ole Gunnar Solskjaer, herói do título da Liga dos Campeões de 1998/1999, anunciado pelo clube como técnico interino até o fim da temporada.

 

MAIS SOBRE:

futebolManchester United Football ClubMarcos RojoAlexis SánchezJosé Mourinho
Comentários