Andrés promete união com Corinthians inglês para chegar à Premier League

Ex-presidente detalhou plano de mandato com proposta ousada, para simbolizar 'padrão internacional' de gestão de futebol

Relacionadas

Presidente na queda à Série B e na reconstrução do Corinthians, Andrés Sanchez oficializou no último dia 26 de novembro que sairá candidato ao cargo mais uma vez. Em carta aos sócios do clube, o ex-mandatário explicou seus planos de mandato caso vença o pleito, com uma das metas um tanto curiosa.

De acordo com o site especializado Meu Timão, Sanchez prometeu que no início do seu mandato anunciará que passará a ter controle sobre o Corinthian-Casuals, time inglês que deu origem ao alvinegro paulista durante excursão ao Brasil, em 1910.  

 

 

+ Na Bélgica, torcida joga bichos de pelúcia no gramado para doação no Natal

+ Jô é primeiro corintiano artilheiro do Brasileirão; veja marcas do atacante

+ Siga o Fera no Twitter!

 

Além de expor a marca do Corinthians internacionalmente, outro objetivo de Andrés é colocar o Corinthian-Casuals na Premier League, a primeira divisão da Inglaterra. Atualmente, a equipe disputa a Isthmian League Division One South, liga semiprofissional equivalente à oitava divisão. 

No documento entregue aos associados, Andrés disse estar "voltando para imprimir uma feição de clube globalizado" ao Corinthians, com "padrão internacional de gestão do futebol, com práticas similares às do primeiro mundo". 

 

 

"Para simbolizar este novo momento, no dia da minha posse, o Corinthians Paulista vai em parceria assumir o comando do Corinthian-Casuals, da Inglaterra, hoje na quarta divisão do futebol inglês, com o objetivo de chegarmos à Premier League", completou. Apesar do candidato citar a quarta divisão, o Casuals está na oitava divisão, como já citado nesta nota. 

Em contato com o Fera, Chris Watney, diretor do Casuals, preferiu não fazer comentários sobre a eleição no Corinthians, desejando apenas manter "uma longa e feliz relação com o irmão paulista". 

Em entrevista ao Estado, no início de novembro, Andrés já havia prometido que Ronaldo Fenômeno fará parte da sua diretoria caso seja eleito presidente do Corinthians. Apesar da afirmação, Sanchez ainda não detalhou qual seria o papel do ex-atacante. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolCampeonato InglêsCorinthians
Comentários