Andrés Sanchez provoca o Palmeiras ao comentar penhora da taça do Mundial

Presidente alega que o motivo da decisão é transformar a briga na justiça em uma "nota midiática"

Relacionadas

Nesta quinta-feira, a justiça acatou o pedido do Instituto Santanense de penhorar a taça do Mundial de Clubes de 2012 do Corinthians. Em entrevista coletiva, Andrés Sanchez, o presidente do clube alvinegro comentou sobre o mandado expedido pelo juiz Luis Fernando Nardelli, da 3ª Vara Cível de São Paulo.

"Pelo menos o Corinthians tem taça de Mundial, duas, para penhorar, né? Temos terrenos, ônibus, carros, patromônios, mas quiseram a taça do Mundial, é provado que o Corinthians tem dois Mundiais, e quiseram isso", afirmou o presidente com ironia.

O clube tem o direito de recorrer da decisão. Por enquanto, o Corinthians continua com a posse da taça, exposta no Memorial, mas não pode vendê-la. Andrés conta que o processo entre as duas partes corre na Justiça há bastante tempo e alega que o motivo na verdade é transformar isso em uma "nota midiática".

"Em 48 horas vamos resolver, sem problemas, não tem mais acordo, vamos pagar e depois esperar o processo para receber nossa parte. Mas é uma ação midiática, os advogados devem torcer para outro time e fizeram isso. Temos terrenos, ônibus, patrimônios, quanto vale a taça no valor financeiro?", questionou.

Depois, em outro momento, o presidente foi perguntado sobre sua declaração de que o Dudu ficaria insatisfeito no Brasil.  "É só ver o quanto deram de aumento para ele. Não vou falar do Palmeiras. O Dudu é dos melhores jogadores do Brasil, sempre falei isso. Tanto que o Corinthians quis contratar ele quando veio para o Palmeiras. O Palmeiras acertou, mas não ganhou nem Libertadores nem Copa do Brasil nesse ano", analisou.

 

MAIS SOBRE:

FutebolCorinthiansAndrés SanchezPalmeirasfutebol
Comentários