Após citar que jogaria no rival, Marcos diz ter direito de opinião

Ex-goleiro palmeirense provoca polêmica com torcedores em redes sociais por declarações sobre o Corinthians

Relacionadas

O ex-goleiro Marcos, ídolo do Palmeiras, voltou a provocar polêmica com torcedores do clube na noite de quinta-feira. Durante postagens em redes sociais com comentários entre torcedores, o ex-jogador mencionou que jogaria no Corinthians atualmente por reprovar comportamento de parte dos palmeirenses. Depois da polêmica, Marcos fez uma nova publicação em que se desculpou, mas reiterou que tem o direito de opinar.

O desentendimento entre Marcos e a torcida teve início no Instagram, após um torcedor comentar que em 2005 ele chegou a negociar uma ida para o rival. "Se fosse hoje acho que jogava mesmo, principalmente em ver o bando de 'Zé ruela' que virou nossa torcida. Por isso, os ídolos são outros. Os que lutam, não os que choram", escreveu. O comentário gerou uma grande repercussão na internet.

Após as reações dos torcedores, Marcos voltou às redes sociais para se desculpar por ter generalizado o comentário sobre os palmeirenses, mas garantiu que tem o direito de expressar o que pensa. "Peço desculpas. Deveria ter tido um pouco mais de cuidado pra não ter generalizado. Perdão mesmo. Aos que me perseguem nas redes, continuem. Não vão me tirar o direito de falar o que eu quiser", disse.

Marcos afirmou que por ser seguidor do presidente Jair Bolsonaro, tem sido criticado nas redes sociais. "Nunca pensei que um processo de desconstrução da minha imagem chegaria tão longe por motivos políticos. Reitero aqui todos os dias o amor pela camisa que defendi durante 20 anos", escreveu. "Quanto aos meus anos de Palmeiras, minha lealdade, falem o que tiverem vontade. A história é só uma, para quem a viveu", completou.  

MAIS SOBRE:

futebolMarcosCorinthiansPalmeiras
Comentários