Após defender quarentena, jogador inglês sai de casa e bate o carro

Capitão do Aston Villa se envolve em polêmica após causar acidente enquanto dirigia de chinelos

Relacionadas

O atacante e capitão do Aston Villa, Jack Grealish, se envolveu em uma grande polêmica na Inglaterra na última segunda-feira. Depois de fazer pelas redes sociais uma campanha para os torcedores ficarem em casa de quarentena durante a pandemia do novo coronavírus, o jogador desobedeceu a determinação do clube, ao deixar o confinamento, ir até uma festa e ainda por cima bater o carro em dois veículos que estavam estacionados na rua.

O pior foi que ao chegar ao local do acidente, a polícia descobriu que o jogador dirigia de chinelos, o que é proibido pelas leis de trânsito. "É muito difícil para todos ficar tanto tempo dentro de casa. Um amigo meu me chamou para visitá-lo e eu aceitei estupidamente. Não quero que ninguém cometa o mesmo erro que eu, então peço a todos para ficarem em casa e seguirem as regras que nos impõem. Espero que todos possam aceitar minhas desculpas", disse o meia em vídeo publicado nas redes sociais.

Após a repercussão negativa do acidente, o clube divulgou uma nota oficial para prometer que tomará providências. "Nosso capitão entende que sua decisão foi incorreta e desnecessária. Portanto, ele será multado e todo o valor arrecado será doado aos hospitais da Universidade de Birmingham", diz o texto.

MAIS SOBRE:

futebolCampeonato Inglês de FutebolAston Villa Football Clubcoronavírus
Comentários