Após empate polêmico, Ancelotti mostra dedo do meio para torcida rival

Técnico do Bayern alegou que fez o gesto após ser atingido por uma cusparada

Relacionadas

O técnico Carlo Ancelotti se envolveu em uma polêmica no último sábado, no empate suado por 1 a 1 entre Bayern de Munique e Hertha Berlim. O italiano foi flagrado pela emissora de TV ZDF mostrando o dedo do meio em direção à arquibancada do Estádio Olímpico, na capital alemã. 

Em entrevista momentos mais tarde, o treinador confirmou que fez o gesto obsceno, mas se defendeu, alegando que recebeu uma cusparada antes. A Bundesliga ainda não se pronunciou oficialmente, mas Ancelotti talvez seja penalizado pela atitude. 

 

GOL RECORDISTA E POLÊMICO

O gol do empate, marcado por Robert Lewandowski, foi o mais demorado da Bundesliga desde que a marcação de tempo dos gols foi iniciada, sendo confirmado aos 95 minutos e 57 segundos. E foram justamente esses segundos que causaram a polêmica. Isto porque o juiz havia determinado cinco minutos de acréscimo na partida  e o atraso no fim do jogo enfureceu a comissão técnica e o elenco do Hertha. 

 

 

"Nós jogamos a partida das nossa vidas. Provavelmente há regra não escrita que ninguém pode vencer o Bayern", disparou o zagueiro húngaro Sebastian Langkamp, ao canal Sky Sports.

O técnico Pal Dardai seguiu na mesma linha. "Primeiramente, tenho que fizer que meu time foi espetacular. Nós também tivemos diversas oportunidades de marcar o segundo gol, mas não conseguimos. Infelizmente, houve muito acréscimo. Isso é um bônus do Bayern. Não é um jogo de copa, nós não jogamos 120 minutos. Desculpa, todos podem ficar ofendidos, mas depois de cinco minutos, o apite deveria ser soado."

MAIS SOBRE:

futebolcarlo ancelottihertha berlimBayern de Munique
Comentários