Botafogo rebate Flamengo após morte de torcedor: 'apologia à violência'

Rubro-negro respondeu com mensagem em que lamenta o incidente no Engenhão

Relacionadas

O Botafogo se manifestou na noite desse domingo, 12, sobre a morte de Diego Silva dos Santos, de 28 anos, durante um tiroteio que deixou outros sete feridos nas imediações do estádio Engenhão. Segundo o Estadão, o incidente ocorreu pouco antes da partida do time contra o Flamengo, que venceu por 2 a 1 e teve início às 19h30.

Em seu site, o Botafogo publicou uma nota na qual "lamenta profundamente" a morte do torcedor. "O clube presta solidariedade a familiares e amigos da vítima. Toda a violência que cercou o clássico, deixando feridos e prejuízo, é repudiada pelo Botafogo. Para o clube, futebol começa com paz nos estádios e segurança para os torcedores. O clima de insegurança e medo não pode jamais combinar com o esporte", declarou.

Já, no Twitter, além de lamentar o episódio, a equipe também respondeu a uma postagem provocativa do Flamengo, que dizia: "Cadê Você? Não adianta fugir, não adianta correr. Deu Mengão no Engenhão só com a Nação: 2x1".

"É sério que estão fazendo apologia à violência em um dia de confusão e morte? Para nós, o futebol não é isso. Começa por paz nos estádios", rebateu o Botafogo, às 21h30, 35 minutos após a postagem do rival.

Uma hora e trinta depois, o Flamengo se manifestou na rede social sobre a morte do botafoguense. "Lamentamos a morte do torcedor e os ocorridos no Engenhão. Paz sempre. O futebol é alegria", escreveu.

 

 

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

FutebolBotafogoFlamengoFutebol
Comentários