Após polêmicas sobre Neymar, Bernardinho revela vontade de ajudar o craque

Treinador destaca que, na sua opinião, ele é uma pedra preciosa bruta que ainda precisa ser lapidada

A Copa do Mundo está prestes a acabar, faz mais de uma semana que a seleção brasileira foi eliminada, mas o Neymar continua sendo um assunto recorrente. Depois de do ator e cantor Will Smith, foi a vez do ex-treinador de vôlei Bernardinho falar sobre o camisa 10 do Brasil.

+ Atacante da Croácia não jogará a final por ter se negado entrar em campo

+ Croácia convida todo o time de 1998 para assistir à final contra a França

+ Confira 8 fatos que você não sabe sobre a 'presidente-torcedora' da Croácia

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o desejo de ser "coach" do atacante do Paris Saint-Germain e da seleção, uma espécie de orientador, para ajudar o atleta a melhorar o "comportamento e postura diante de algumas situações, como lidar com pressão, como viver algumas coisas".

Bernardinho contou que já esteve com Neymar algumas vezes e considera o atleta uma pessoa de "índole fantástica, um garoto excepcional". Um dos maiores campeões da história do voleibol, o pai de Bruninho, amigo de Neymar, acredita que ele é uma "pedra preciosa bruta que ainda precisa ser lapidada".

"Por exemplo, primeiro a questão de não ter tido uma boa atuação no primeiro jogo, o cabelo... Tudo em torno dele é sempre muito polêmico, reverbera de uma forma muito forte. Acho que o foco é assim: como fazer com que ele tenha um único foco? Ali dentro o foco é esse", analisa.

O atual comandante da equipe feminina Rio de Janeiro Vôlei Clube afirmou ver no futebolista um peso muito grande. "Nós estamos às vésperas da final da Copa do Mundo e o tema é Neymar. O presidente da Fifa responde sobre ele, e o Will Smith responde sobre ele, o Van Basten".

"Ou seja, essa é a relevância que ele tem. É um peso enorme sobre um jovem, um menino que fez tanto, cresceu tanto e que tem um peso enorme de responsabilidade", conclui. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]BernardinhoNeymarseleção brasileira masculina de futebol
Comentários