Após ser anunciado no Oeste, Marcelo Chamusca explica acerto com o Vitória

Leão atravessou a negociação com o clube paulista e acertou com o treinador

Relacionadas

Em menos de uma semana, Marcelo Chamusca esteve em dois clubes. Não entendeu? Calma que o FERA explica. Na segunda-feira, dia 3, o Oeste, de São Paulo, anunciou o nome do treinador após a saída de Roberto Cavalo. No entanto, três dias depois, o Vitória também divulgou o nome do técnico de 52 anos.

De fato, os dois anúncios foram bem intencionados. O Leão atravessou a negociação com o clube paulista e fechou acordo com Marcelo Chamusca até o dia 30 de novembro de 2019. Agora, a missão do técnico será levar a equipe de volta para a elite do futebol brasileiro, já que foi rebaixado para a Série B pela 6ª vez.

Em suas redes sociais, Chamusca comentou o convite do Vitória e explicou sua decisão. "Dias atrás, o Oeste me apresentou um interessante projeto para a disputa da Série A1 do Paulistão e da Série B do Brasileiro e me juntei à equipe. Porém, por razões que vão muito além da parte financeira, precisei rever minha posição", escreveu.

O técnico conta que está feliz em ter aceitado o desafio proposto pelo Vitória e agradece o convite do Oeste, afirmando que seguirá acompanhando à distância "um projeto que tem tudo para ser bem sucedido". Na hora da decisão, Chamusca diz que pesou o fato de ser do Estado e poder passar mais tempo com sua família. "Era a hora de voltar para casa", resume.

"Sou de Salvador e tive minha primeira experiência como treinador de futebol nas categorias de base do Vitória. A dívida de gratidão que eu possuía com o clube por ter me apresentado à essa profissão era algo que carreguei por toda a carreira. Nesta quinta, tive a chance de retribuir isso", explica. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nesta quinta-feira, fui pego de surpresa com um convite para dirigir o Esporte Clube Vitória, e fico feliz em dizer que aceitei o desafio. Dias atrás o Oeste Futebol Clube me apresentou um interessante projeto para a disputa da Série A1 do Paulistão e da Série B do Brasileiro, e me juntei à equipe. Porém, por questões que vão muito além da parte financeira, precisei rever minha posição. Sou de Salvador e tive minha primeira experiência como treinador de futebol nas categorias de base do Vitória. A dívida de gratidão que eu possuía com o clube por ter me apresentado à essa profissão era algo que carreguei por toda minha carreira. Nesta quinta, tive a chance de retribuir isso. Ser um treinador de futebol significa passar muito tempo longe de sua família. Viajar por todo o Brasil, sentir saudades de estar com quem você ama. Neste momento, senti que era hora de me reconectar às minhas raízes. Estarei em casa, perto de minha família, em um clube que aprendi a admirar desde cedo. Agradeço imensamente ao Oeste Futebol Clube pelo convite e, sem dúvidas, seguirei acompanhando à distância um projeto que tem tudo para ser bem sucedido. Mas era hora de voltar pra casa. Obrigado pela oportunidade, @ecvitoriaoficial. E vamos juntos!

Uma publicação compartilhada por Marcelo Chamusca (@marcelochamusca_) em

 

MAIS SOBRE:

FutebolMarcelo ChamuscafutebolVitória [Esporte Clube Vitória]Oeste Futebol Clube
Comentários