Após 'travar' em entrevista, Maradona pede que deem a Libertadores ao Boca

Ídolo argentino, torcedor declarado do clube, evoca o respeito ao regulamento

Relacionadas

Enquanto os dirigentes da Conembol tentam definir os rumos da final da Copa Libertadores, ainda sem data e local definidos - será dia 8 ou 9 de dezembro, segundo informou a entidade nesta terça-feira, mas ainda não se sabe onde -,  alguns personagens importantes do futebol se manifestam sobre a confusão do último sábado, que fez o duelo entre River Plate e Boca Juniors ser adiado. Diego Maradona  foi um deles, por meio de um post em seu Instagram.

"Eu espero que a Conmebol atue de maneira séria e trate o Boca Juniors como campeão da Libertadores. Além do amor que tenho pelo clube, há um regulamento que precisa ser cumprido", afirmou o ex-jogador argentino e torcedor declarado dos xeneizes.

El Pibe citou a punição aplicada ao Boca Juniors em 2015, após confusão que suspendeu a partida contra o River pelas oitavas do mesmo torneio sul-americano, o que acabou eliminando o clube argentino. "As sanções são claras, e isso é uma gota d'água comparado a quando tiraram nossos pontos, em 2015", relembrou.

"Eu gostaria de ganhar dentro de campo, mas quando não respeitam as normas há de se ter uma punição. E a punição seria dar os pontos ao Boca", escreveu o ídolo argentino que atualmente comanda o Dorados de Sinaleoa. 

Travou!

O treinador viralizou nesta semana após um repórter o perguntar sua opinião sobre a elite do Campeonato Mexicano após a derrota do Dorados no último sábado. Mesmo perdendo, como venceu o primeiro jogo, o time está classificado para as finais da segunda divisão. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolLibertadores [Copa Libertadores da América]Boca JuniorsMaradonafutebol
Comentários