Árbitros voltam atrás e decidem apitar jogos do time de Rogério Ceni

Existe, inclusive, a possibilidade de destituição de João Lucas da presidência do Sindicato dos Árbitros do Ceará

Relacionadas

Depois dos árbitros cearenses terem decidido boicotar os jogos do time de Rogério Ceni a polêmica chegou a um fim. Uma reunião realizada ontem na sede da Federação Cearense de Futebol (FCF) com toda a equipe de árbitros locais definiu dar fim ao movimento que se negava a atuar nos jogos do Fortaleza.

Real Madrid reclama de 'clima de Libertadores' antes de jogo com o PSG

Fifa 18 tem brasileiros aperfeiçoados e Astori inflacionado

Bem humorado, Galvão entra na brincadeira e narra a cirurgia de Neymar

De acordo com Paulo Silvio, presidente interino da Comissão de Arbitragem da FCF, em entrevista ao O Povo, os árbitros estavam sem entender o que tinha acontecido, já que não foi uma decisão deles. "Eles deixaram muito claro que o documento emitido pelo sindicato não tinha assinatura alguma”, explicou Silvio.

No entanto, ele explica que os árbitros procuraram o Sindicato dos Árbitros do Estado do Ceará (Sindarfce) mas para que "o sindicato se pronunciasse com nota de repúdio ou mesmo fizesse um pedido de defesa junto à imprensa contra declarações de alguns dirigentes do Fortaleza que saíam da esfera do futebol e entravam na esfera do ser humano”.

O movimento de recusa, portanto, teria sido fruto de um mal entendido. Afinal, o Sindarfce foi o responsável por redigir o ofício e dar entrada na FCF e Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF-CE). Agora, indignados com o ato irresponsável de os colocar contra o Leão, os árbitros pretendem tomar uma atitude drástica. "Eles estão decididos a constituir assembleia para destituir o presidente (João Lucas)”, completou.

O outro lado

Outra versão é que o movimento de fato existiu, mas que foi perdendo força devido a uma declaração do próprio presidente do Sindarf. Ele teria gravado um áudio criticando a atitude da arbitragem. A mensagem vazou, e os membros da categoria ficaram insatisfeitos. 

MAIS SOBRE:

futebol Rogério Ceni Fortaleza [CE] leão sindicato
Comentários