Atacante tenta agredir gandula, mas torce o joelho ao dar voadora

David Argañaraz se irritou com a cusparada tomada por um de seus companheiros

Relacionadas

O clima esquentou no confronto entre Central do Norte e Talleres de Perico, pela Copa da Argentina. Mesmo com medida de segurança que permitiu apenas a entrada de sócios do clube da casa no estádio Luis Guemes, os jogadores do Talleres se envolveram em uma confusão com um gandula, que cuspiu no rosto do camisa 2, Franco Sosa.

O fato aconteceu ao fim da partida, vencida pelos visitantes por 1 a 0, já na saída para o vestiário. Após receber a cusparada, o lateral argentino tentou alcançar o agressor, mas foi o centroavante David Argañaraz quem acertou uma voadora nas costas do gandula.

Acontece que ao cair, Argañaraz torceu o joelho e acabou recebendo dois chutes ao mesmo tempo, no peito e nas costas, além de socos. Depois da confusão, todo o elenco do Talleres foi para a delegacia e prestou esclarecimento por mais de uma hora. A briga resultou na detenção de três menores de idade.

Com a bola rolando, a vitória do time de fora garantiu a classificação à próxima fase da competição.

MAIS SOBRE:

FutebolArgentinaFutebolViolência
Comentários