Bahia produz vídeo e realiza ações em homenagem a mês dos indígenas

Clube defende demarcações de terras indígenas e terá homenagens nas camisas que jogadores utilizarão nas próximas partidas

Relacionadas

O Bahia decidiu realizar diversas ações para marcar o mês do indígenas. No Brasil, a data que homenageia os índios é celebrada em 19 de abril, mas o clube estendeu as homenagens por mais tempo.

O clube nordestino produziu um vídeo em que homens e mulheres indígenas se vestem para um jogo e utilizam a camisa do clube, além de adereços de suas etnias. O vídeo defende a demarcação de terras indígenas, como uma forma de cumprir as regras - as demarcações estão previstas na Constituição de 1988.

Além disso, o clube também homenageará guerreiros indígenos do passado e do presente nas duas partidas que disputa esta semana . Contra o Londrina, pela quarta fase da Copa do Brasil, o time terá camisas com os nomes de guerreiros do passado como Cunhambebe e Mário Juruna, entre diversos outros.

Contra o Bahia de Feira de Santana, na finalíssima do Campeonato Baiano, os jogadores terão os nomes de indígenas que defendem os direitos de seus povos nos dias atuais, como Sônia Guajajara e Galdino Pataxó. Ambos os jogos ocorrerão na Fonte Nova.

Em novembro de 2018, o Bahia também realizou ações para marcar o mês da consciência negra, como publicar escalações com os nomes de pessoas importantes na luta contra o racismo ao longo da história do Brasil. Outro exemplo de atitude em prol da diversidade que o tricolor baiano realizou foi uma pesquisa com as torcedoras que vão ao estádio como forma de entender os problemas que elas enfrentam para tentar resolvê-los.

MAIS SOBRE:

futebolBahia [Esporte Clube Bahia]índio
Comentários