'Banho' de Felipão em coletiva tem tapa na cabeça, chute e Deyverson de santo

Jogadores do Palmeiras celebraram título com a tradição de jogar água no treinador

Relacionadas

É tradição: quando um time é campeão, o treinador sofre as consequências durante a coletiva de imprensa. Foi assim com o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari na tarde deste domingo. Os jogadores do clube alviverde invadiram a entrevista para jogar bebidas e água em cima do técnico Felipão.

Ao  perceber o "ataque" repentino, o treinador entrou na brincadeira, deu uma pequena dançadinha enquanto os gritos de "É, campeão" eram entoados pelos atletas que acabavam de vencer o Vasco, em São Januário, e conquistar o décimo título do Campeonato Brasileiro da história do clube.

Mas a cena mais engraçada ainda estava por vir. Depois de ter inúmeros líquidos das latinhas despejados em sua cabeça, Felipão quis se livrar dos jogadores. Primeiro, deu um tapa na cabeça de Bruno Henrique, que logo desapareceu de cena. Depois, ameaça dar um chute no restante dos atletas que brincavam ali.

Deyverson foi o único que sobrou. O camisa 16, que fez o gol do título alviverde, ajeitou a cadeira de Felipão e o ajudou a se sentar novamente. "Eu não joguei não, não joguei não", disparou, olhando para o treinador todo molhado. "Não jogou?", questiona Felipão. "Não joguei, pai", afirma o atacante. Ele acaba por beijar a cabeça de Felipão.

 

MAIS SOBRE:

FutebolPalmeirasLuiz Felipe ScolariCampeonato Brasileiro de Futebolfutebol
Comentários