Bolsonaro agradece apoio de Felipe Melo e detona Neto: 'é um bobalhão'

Deputado federal pelo RJ e provável candidato à Presidência, político publicou vídeo agradecendo apoio de volante palmeirense

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pré-candidato à Presidência da República, publicou um vídeo em suas redes sociais agradecendo o apoio do volante palmeirense Felipe Melo, que no dia 1º de maio declarou seu apoio a Bolsonaro e pediu "um pau nos vagabundos" responsáveis, segundo ele, por greves e tumultos. No vídeo, de quebra, Bolsonaro ainda detona o ex-jogador e comentarista Neto, da TV Bandeirantes, que em seu programa Jogo Aberto havia criticado Melo justamente pelo apoio à candidatura do deputado.

Na publicação, Bolsonaro mostra imagens de Neto abraçado a Lula e usando camisas do guerrilheiro argentino-cubano Che Guevara. Ao final, o deputado dispara contra o comentarista da Band: “As imagens falam por si. Seu ídolo, então, é Che Guevara, que exterminava gays? Mais que um bobão, tu é um bobalhão, Neto”, diz Bolsonaro.

O pré-candidato, no início do vídeo, agradece o apoio do volante palmeirense. "Felipe Melo, quero agradecer a espontaneidade como você declarou apoio ao meu trabalho, bem como cumprimentá-lo por não ser politicamente correto. Um forte abraço e estamos juntos”, afirma Bolsonaro. Veja:

No vídeo que deu origem à discussão, publicado na segunda-feira, feriado do Dia do Trabalho, Felipe Melo, conhecido pelas polêmicas, causou pedindo 'pau nos vagabundos'. Assista:

Horas depois, quando já estava em casa e havia apagado esta primeira publicação, Felipe Melo gravou uma série de vídeos para reiterar sua posição. "Quando falo de vagabundo, falo das pessoas que querem tumultuar o nosso País. Então, hoje vai meu abraço especial para todos aqueles que correm atrás, todos os trabalhadores e todos aqueles que estão correndo atrás e que porventura não têm emprego. Infelizmente, passamos por um momento difícil onde nem todos têm emprego. Um grande abraço a todos os que correm atrás e, sim, sou Bolsonaro."

No dia seguinte, Neto repudiou o apoio de Felipe Melo a Bolsonaro, lembrando declarações homofóbicas do deputado. 

“Cada um apoia quem quiser, mas Bolsonaro, velho? Dar moral para Bolsonaro? Que é homofóbico, não gosta de gay, não gosta de trans... é só ver o que ele fala em todos os programas de televisão”, criticou Neto. Veja:

 

MAIS SOBRE:

futebol Jair Bolsonaro Felipe Melo Futebol
Comentários