Bolsonaro foi vetado de ir à arquibancada do Morumbi em jogo da seleção

Revelação foi feita por Gil Diniz, deputado estadual do PSL em São Paulo

Relacionadas

Gil Diniz, deputado estadual do PSL de São Paulo, revelou que o presidente Jair Bolsonaro foi impedido de ir à arquibancada do Morumbi durante a estreia da seleção brasileira na Copa América, contra a Bolívia. Diniz acompanhou Bolsonaro na partida. As informações são do blog De Prima, do portal Uol.

Segundo o deputado, a intenção de Bolsonaro era ir à arquibancada e interagir com a torcida, e ele não se importava de ser vaiado e estava consciente dos riscos. Mas a Conmebol teria vetado a ida ao setor mais "popular" e mantido presidente da República nas tribunas do estádio.

Depois do jogo, Bolsonaro afirmou não ter gostado do local no qual teve que ficar. "Reclamei só do local, é ruim para ver o jogo", afirmou o político. Ele deixou o estádio aos 32 minutos do segundo tempo.

Ao sair mais cedo, ele acabou perdendo o gol mais bonito da partida, o de Everton Cebolinha, que saiu aos 40 do segundo tempo. Antes disso, Philippe Coutinho já havia aberto o placar aos cinco da segunda etapa e ampliado aos oito. O placar final foi de 3 a 0 para o Brasil.

A seleção brasileira volta a entrar em campo nesta noite, pelas quartas de final da Copa América, contra o Paraguai, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Bolsonaro não estará presente, já que viajou ao Japão para a cúpula do G-20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo.

MAIS SOBRE:

futebolJair BolsonaroCopa América de Futebolseleção brasileira masculina de futebol
Comentários