Buenos Aires tem invasão palmeirense; torcedores defendem Dudu

Mais de dois mil torcedores foram para a Argentina assistir ao jogo contra o Boca Juniors. A maioria não concorda com as críticas ao atacante

A quarta-feira foi diferente em Buenos Aires. Pelas principais ruas do centro da capital da Argentina, centenas de torcedores do Palmeiras se reuniram horas antes do jogo da equipe contra o Boca Juniors, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores – entre os alviverdes, um assunto foi discutido quase que à exaustão: as críticas ao atacante Dudu. 

Relacionadas

Serão dois mil torcedores empurrando o time em La Bombonera – estima-se que mais mil alviverdes ainda sonham com um ingresso para partida desta noite, mas não deverão ter sucesso. A diretoria do Palmeiras pediu mais entradas para os cartolas do Boca, mas a resposta foi negativa. 

Quem tem ingresso garantido aproveitou a estadia para pintar Buenos Aires de verde. Hoje, por volta da hora do almoço, cerca de quatrocentos torcedores foram até o Obelisco e estenderam suas bandeiras. Deram entrevista para redes de TV, rádios e sites argentinos. E entre uma cantoria e outra, todos conversavam sobre Dudu e as críticas que o atacante tem recebido.

“Eu não achei certo ele fazer o gol e não comemorar e também não concordei com a entrevista que ele deu (depois do jogo contra o Internacional, domingo, no Pacaembu). O Dudu precisa entender que são poucos torcedores que pegam no pé dele na internet. Tem ‘hater’ em todo lugar... Agora, vir aqui na Argentina e xingar o cara na porta do hotel é desnecessário. Tentamos procurar o palmeirense que fez isso para tentar entender os motivos, mas ele sumiu”, disse ao Estado Wellington Bortolloti, integrante do grupo Brutus Verdes.

“O Dudu irá voltar a comemorar os gols, tenho certeza. Particularmente não me afetou, eu quero vê-lo se doando em campo, e isso ele tem feito. Mas também acho que ele está dando muita importância a alguns comentários em redes sociais, e isso não faz sentido. E viajar até a Argentina e ir na porta do hotel xingar jogador não ajuda em nada, é lamentável”, opinou Guilherme Gomes Pereira.

“Me irrita um pouco quando o Dudu se preocupa mais em responder essa meia dúzia que fica enchendo o saco dele. Ele tem que se concentrar em jogar bem. Tem dois jogadores desse elenco que podem estar mal, mas a torcida não pode perder o respeito por eles, que são o Dudu e o Fernando Prass”, disse Bruno Sheps, outro palmeirense que está em Buenos Aires.

No início da noite, os torcedores do Palmeiras se reuniram no bairro de Puerto Madero, onde mais de dez ônibus partiriam para o estádio do Boca Juniors com escolta policial. No caminho, eles vão se juntar com os integrantes das torcidas organizadas da equipe Alviverde, que saíram de São Paulo na noite de segunda-feira.

 

MAIS SOBRE:

PalmeirasLibertadores [Copa Libertadores da América]Boca JuniorsDudu
Comentários