CR7 publica declaração de R$ 727 milhões de bens fora da Espanha

Empresa que gerencia carreira mostra que Espanha tem ciência das movimentações financeiras do craque

Relacionadas

Na última sexta-feira (2), um dia antes do clássico contra o Barcelona, diversos jornais europeus publicaram uma matéria que indica que o astro Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, teria cometido crimes fiscais na Espanha. Os documentos teriam sido obtidos pela revista alemã Der Spiegel e o site Football Leaks. Uma semana depois, a Gestifute, empresa que administra a carreira do atacante, divulgou uma declaração com 203 milhões de euros (R$ 727,1 milhões) de bens do jogador fora da Espanha. O documento, portanto, comprovaria que a Agência Tributária do país tem conhecimento das movimentações financeiras do jogador. 

Segundo o material publicado anteriormente, Cristiano Ronaldo e o técnico José Mourinho teriam feito parte de um "sistema de camuflagem fiscal e lavagem de dinheiro", criado pelo empresário de ambos, o também português Jorge Mendes. O craque e o técnico teriam camuflado 150 milhões e 12 milhões de euros, respectivamente R$ 537,3 milhões e R$ 42,9 milhões, em contas em paraísos fiscais, como Suíça e Ilhas Virgens Britânicas. 

MAIS SOBRE:

futeboljosé mourinhoReal MadridCristiano Ronaldo
Comentários