Cadeirante realiza sonho e se levanta antes de partida da Copa do Mundo

Polina Haeretdinova foi a primeira cadeirante a entrar em campo ao lado de um jogador na história das Copas

Relacionadas

A vitória da Rússia por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita nesta quinta-feira, válida pelo jogo de abertura da Copa do Mundo, contou com um momento especial para a jovem Polina Haeretdinova, de 11 anos.

+ Salah, Suárez e Ramos viram memes após Uruguai vencer o Egito

+ Jogadores da Copa do Mundo que mais têm chamado atenção pela beleza

+ Gringos afirmam que 'o Palmeiras não tem mundial' em vídeo direto da Rússia

Polina foi a primeira pessoa cadeirante a entrar em campo ao lado de um jogador na história das Copas do Mundo. O goleiro Igor Akinfeev, capitão russo, foi o responsável por acompanhar a jovem até o gramado do estádio Luzhniki.

A informação foi divulgada pela agência russa Tass. A torcedora, portadora de um problema na medula, já havia entrado em campo durante a Copa das Confederações de 2017. Na época, o jogo de abertura foi marcado pela vitória de Portugal  por 1 a 0 sobre a Rússia.

Foi na Copa das Confederações que Poliana relevou o sonho de entrar em campo durante a Copa da Rússia e conseguir ficar em pé. E foi o que aconteceu. A garota recebeu o auxílio do ministério da Saúde do Tartaristão para intensificar seus tratamentos  e conseguiu ficar em pé por alguns instantes nesta quinta-feira. 

Em campo, a anfitriã da Copa do Mundo garantiu a vitória por 5 a 0 e o resultado foi a maior goleada em estreia de Copa desde 1954. Além de servir para mostrar que os donos da casa vão lutar de forma intensa por uma das vagas nas oitavas de final da competição. 

 

 

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]Deficiente Físicofutebol
Comentários