Camisa que Pelé usou em 70 vai descansar durante fechamento de Museu

Repouso da peça faz parte da rotina de conservação preventiva realizada anualmente

Relacionadas

A camisa que Pelé utilizou na partida Brasil x Itália na final da Copa do Mundo de 1970 será retirada nesta quinta-feira da vitrine onde normalmente é exposta no Museu do Futebol para um período de descanso na horizontal. O Museu do Futebol está fechado temporariamente por causa da pandemia do novo coronavírus.

O descanso da camisa de Pelé é parte da rotina de conservação preventiva que o Museu realiza anualmente. Em geral, se aproveita os períodos de exposição temporária, quando outro item ocupa a vitrine. Como é uma camisa de malha de algodão, a fibra da peça sofre alterações naturais de tamanho e cor. Uma forma de minimizar os efeitos é deixá-la de repouso de tempos em tempos, deitada e num local sem incidência de luz. Após o período de descanso, a camisa passa por um processo de higienização antes de retornar à vitrine.

A malha de algodão era o material majoritariamente utilizado para confecção de uniformes de futebol entre os anos 1930 e 1980. Em meados da década de 1980 é que as camisas começaram a ser feitas de tecidos mistos, que já incluíam fios de poliéster em sua confecção. A partir de 1990, o uniforme da Seleção Brasileira já foi feito 100% em fibra sintética, tendência que continua na atualidade, com a evolução dos materiais.

MAIS SOBRE:

futebolPelé [Edson Arantes do Nascimento]Museu do Futebolseleção brasileira masculina de futebol
Comentários