Campeonato Francês cria diretrizes para erradicar homofobia dos estádios

Atletas, árbitros e delegados das partidas usarão faixa colorida na próxima rodada

Relacionadas

Faltam duas semanas para o fim do Campeonato Francês. No dia 5 de abril, o Paris Saint-Germain foi campeão com cinco rodadas de antecedência. Na próxima rodada, a 37ª, o torneio está preparando uma ação contra a homofobia no esporte.

De acordo com o Twitter da competição, os capitães, jogadores delegados de jogos e árbitros serão convidados a usar uma braçadeira com as cores do arco-íris para fortalecer a campanha "Seja homo ou hétero, todos usamos a mesma camisa".

E não vai parar por aí. A organização do campeonato divulgou um plano de ações para combater a homofobia nos estádios - buscando erradicá-la. Algumas bases foram estabelecidas, incluindo esse dia do campeonato dedicado ao assunto e aumentar a conscientização de jovens jogadores, com folhetos e workshops sobre a causa nos centros de treinamentos.

Outras duas ações foram pensadas pensando exclusivamente nos torcedores: os insultos de caráter homofóbico serão tratados da mesma maneira que os racistas, funcionando a partir de sanções, além de viabilizar a possibilidade de denunciar os atos nos estádios, que podem, se necessário, serem tratados na Justiça.

MAIS SOBRE:

futebolParis Saint-Germainhomofobiaarbitragem esportivaCampeonato Francês de Futebol
Comentários