Canarinho 'veste' máscara para participar de doação de alimentos

Mascote da seleção brasileira repassa produtos que foram arrecadados em ação comandada pela CBF

Relacionadas

Figura conhecida da seleção brasileira, a mascote Canarinho teve uma missão importante na quarta-feira. Vestido com máscara, ele participou da doação de alimentos que foram comprados com a ajuda de 57 jogadores. O programa chamado Seleção Solidária, comandado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), conseguiu juntar R$ 5 milhões e vai ajudar 32 mil famílias.

As doações serão entregues para as organizações organizações Ação da Cidadania, Central Única das Favelas (Cufa) e a Transforma Brasil. Para simbolizar o repasse, Canarinho vestiu uma máscara de prevenção ao novo coronavírus e foi fotografado enquanto transportava pacotes de alimentos. A mascote se transformou em um dos símbolos mais carismáticos da seleção brasileira, principalmente pelas ações registradas nas redes sociais. Até mesmo ele ganhou o apelido de "Canarinho Pistola".

Entre os jogadores que participaram das doações estão Neymar, Daniel Alves, Philippe Coutinho e o técnico Tite. "O futebol está na vida dos brasileiros. Muito importante contribuirmos também nesse momento tão difícil. Esta é uma mobilização conjunta da CBF, dos atletas e da comissão técnica que levará esperança a milhares de famílias", afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

MAIS SOBRE:

futebolCBF [Confederação Brasileira de Futebol]seleção brasileira masculina de futebolCanarinhoCanarinho Pistola
Comentários