Cannes não quis pagar US$ 350 mil por Ronaldo, Djalminha e Marcelinho

Na época, jogadores ainda eram promessas do futebol brasileiro

Se arrependimento matasse, os dirigentes do Cannes, da França, já teriam ido dessa para uma melhor. É que o clube francês se recusou a pagar US$ 50 mil para ter Ronaldinho, e outros US$ 300 mil por Djalminha e Marcelinho Carioca. O intermediário desa negociação, de acordo com matéria do site Uol, foi Franck Henouda. Na época, os jogadores ainda não passavam de promessas. Vale lembrar que todos eles se destacaram.

Ronaldo foi o melhor do mundo, entre outras coisas. Djalminha e Marcelinho foram craques. 

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

Futebol
Comentários