Capa de jornais, saiba o que dizem os espanhóis sobre a 'novela' Neymar

Uns acreditam que o Barcelona não abrirá os cofres, outros acham que o tempo não passa de uma estratégia financeira

Relacionadas

A novela da possível transferência de Neymar parece não ter fim. Depois de não ter se apresentado para a pré-temporada no Paris Saint-Germain, o brasileiro foi registrado jogando futevôlei. Também nesta quarta-feira, o atacante é a capa de três dos principais jornais esportivos da Espanha.

O Mundo Deportivo dá destaque para a entrevista do presidente Josep Maria Bartomeu. "Tudo segue igual", afirmou quando questionado sobre o craque brasileiro. O jornal aponta que o Barcelona não parece que vai desembolsar os 222 milhões de euros que o PSG está pedindo. "Troca ou nada", sintetiza sobre a maneira mais provável da novela acabar: Neymar ser trocado por outro jogador. 

O também catalão Sport, por sua vez, retrata o interesse do Real Madrid em contar com Neymar em seu elenco na temporada 2019/20. O diário afirma que o presidente merengue, Florentino Pérez, voltou a considerar a contratação do brasileiro depois confirmar com o PSG sobre a vontade do jogador de deixar o clube francês. "Ele prefere o Barcelona", ponderam.

Por fim o As, de Madri, afirma que o Barcelona deve esperar a relação entre o jogador e o PSG estremecer ainda mais para que o clube facilite sua saída. Afirma, ainda, que a prioridade do clube catalão é outra: Griezzman. Segundo o diário, a equipe prepara o pagamento da cláusula do francês, que anunciou sua saída do Atlético de Madrid ao fim da última temporada.

Outro jornal conhecido por sua tendência pró-Madrid, a edição desta quarta-feira do Marca não conta com Neymar em sua capa, mas o assunto está sendo discutido no portal e rebate a fala do presidente Bartomeu: "a realidade é que tanto o PSG quanto o Barcelona começaram a jogar suas cartas", escrevem. 

Indo de encontro com o que o As diz, o Marca também afirma que "o tempo joga a favor" do clube catalão para que as "condições sejam mais favoráveis". "O PSG não esperará para sempre e em um momento poderá fechar a porta de saída para o jogador e não decidir não vender", pondera.

 

MAIS SOBRE:

futebolParis Saint-GermainNeymarBarcelona [Futbol Club Barcelona]Real Madrid Club de Futbol
Comentários