Carille 'estranha' sua ausência em prêmio da Fifa para melhor técnico do ano

Na quinta, Corinthians já havia publicado montagem onde o treinador substitui Diego Simeone na lista de indicados

Relacionadas

No dia seguinte à indicação de Tite ao prêmio de melhor técnico da temporada da Fifa, Fabio Carille brincou com a sua ausência na lista. "O meu (nome) não está?", disse, entre risos. 

Após a brincadeira, o "discípulo" não surpreendeu ao revelar que, se pudesse, daria o prêmio ao seu "mentor". Sua justificativa foi a instabilidade do futebol brasileiro em relação aos clubes europeus, que conseguem ter maior planejamento e maior continuidade nos trabalhos. 

"Voto no brasileiro. Não é desmerecendo ninguém, mas voto pela dificuldade que é para um treinador brasileiro. Quantos times Tite teve que fazer aqui no Corinthians? Lá na Inglaterra você tem um time forte e mais milhões para investir. Já que eu não estou, escolho o Tite", declarou Carille. 

 

CORINTHIANS TAMBÉM ESTRANHA

Carille brincou sobre a ausência do seu nome entre os concorrentes. Mas, no mesmo dia em que os indicados foram revelados, o próprio Corinthians fez questão de "corrigir" a lista da Fifa. 

Em uma montagem suas contas em redes sociais, o clube alvinegro publicou uma montagem em que o atual comandante do time aparece no lugar de Diego Simeone, do Atlético de Madrid. 

 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolfabio carilleCorinthians
Comentários