'Evitar demonstrações homoafetivas em público', diz governo em cartilha da Copa

Governo federal lançou nesta quinta-feira o 'guia do torcedor brasileiro'

Relacionadas

Às vésperas da Copa do Mundo da Rússia, o governo federal lançou nesta quinta-feira (7) o "guia do torcedor brasileiro", para os fãs do país que vão viajar para o Mundial. Entre as orientações da cartilha, ela dá destaque para o comportamento homoafetivo no local.

+ Cruzeiro, Flamengo e Corinthians lideram crescimento das redes sociais

+ Em novo ranking da Fifa, Rússia aparece como a pior seleção da Copa do Mundo

+ Mauricio de Souza lança histórias em quadrinhos de Neymar na França

"Não são comuns na Rússia manifestações intensas de afeto em público. Em particular, recomenda-se à comunidade LGBT evitar demonstrações homoafetivas em ambientes públicos, que podem ser consideradas 'propaganda de relações sexuais não tradicionais feita a menores' e enquadradas em lei(junho de 2016) que prevê multa e deportação", diz o item "respeito às leis locais" da cartilha.

"Evite manifestar-se publicamente sobre temas políticos, ideológicos, sociais e de orientação sexual", completa. Ainda segundo a lei russa, os fãs não poderão exibir bandeiras estrangeiras em praças e edifícios públicos. A ação pode "ensejar sua apreensão".

A cartilha também destaca informações como: comportamento em estádios, dificuldades que podem ocorrer durante a estada na Rússia. números de emergência, frases úteis em russo e calendário de jogos. 

A cartilha deste ano será  distribuída em voos com destino à Rússia e nos consulados do país da Copa. A versão online já está disponível

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários