Casagrande se defende em polêmica sobre Neymar: 'eu não persigo ninguém'

Comentarista da Globo disse que não leu o comentário do pai do jogador, que afirmou que Casão tem 'comportamento de abutre'

Mais um capítulo da polêmica entre o comentarista da TV Globo Casagrande e o atacante do PSG e seleção brasileira Neymar. Nesta sexta-feira, no programa "Troca de Passes", no canal a cabo SporTV, Casão voltou a falar sobre o assunto, após ter chamado o jogador de "mimado" e se defendeu, dizendo que "não persegue ninguém".

Na quarta-feira, após a derrota do Paris Saint-Germain por 3 a 1 para o Real Madrid, pela Liga dos Campeões, Casagrande havia criticado Neymar, também na SporTV. O comentarista disse que a imprensa e a torcida brasileira estão criando um monstro. "Ao invés de corrigir o monstro para ele virar gênio... Muita gente acha que eu pego no pé. Eu não pego, tento corrigir", disse Casagrande, apontando que Neymar seria "mimado". 

+ Neymar vira alvo de imprensa europeia após derrota do PSG

+ Viu isso? Galvão perde gol durante a partida entre Real Madrid e PSG

+ Com atuação apagada, Neymar vira piada no Twitter por bolada em juiz

Foi o suficiente para que o pai de Neymar, em seu perfil no Instagram, respondesse a Casão apontando que o ex-jogador tem "comportamento de abutre". "No universo do futebol conhecemos muitas pessoas com "comportamento de abutre". Por vezes se aproveitam de um microfone forte, de uma carreira de "jogador" (...) sem muito brilho, sempre a sombra de outros mais talentosos, para destilar suas frustrações", escreveu o pai de Neymar.

Nesta sexta, Casagrande disse que sua intenção é fazer críticas construtivas, afirmou que não leu o comentário de Neymar pai e declarou que "não há uma perseguição" ao atacante.

"Meu trabalho é honesto, sou imparcial, não persigo ninguém. Não falei nada demais, falei aquilo que eu penso e as pessoas podem pensar diferente. Estou com 55 anos e só faço coisas que me deixa feliz, não vou em busca da tristeza. Críticas tanto positivas quanto negativas eu já afastei da minha vida, porque é inevitável que você fique chateado com uma crítica negativa", disse o comentarista, acrescentando que sua crítica original "não era sobre o comportamento de Neymar fora de campo".

"Nem me importo com o que ele faz fora de campo. Eu fiz várias coisas. O mimado que falei é dentro de campo. O comportamento mimado dentro de campo é muito claro. Quando recebe falta dá risadinha. Quando comete, não aceita. Levou um cartão amarelo contra o Real em 15 minutos de jogo. Nenhum atacante levou", declarou Casão, que completou: "na Copa do Mundo, árbitro não suporta risadinha irônica".

Aparentemente distante de toda a polêmica, o próprio Neymar desabafou sobre os "momentos difíceis" em seu Instagram, também após a derrota para o Real Madrid.

MAIS SOBRE:

futebolNeymarParis Saint-GermainReal Madrid Club de FutbolLiga dos CampeõesCasagrande
Comentários