CBF adota 10 regras para rivais alcançarem o Corinthians, segundo TV

Segundo jornalista da ESPN Brasil, medidas visam equilibrar o segundo turno do Campeonato Brasileiro

Relacionadas

Na edição desta segunda-feira, 7, do programa "Linha de Passe", da ESPN Brasil, Juca Kfouri anunciou as mudanças que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adotará a partir do segundo turno para equilibrar o Campeonato Brasileiro. 

De acordo com o jornalista, a entidade irá colocar em prática dez novas regras a partir da 20ª rodada. São elas:

1 - Corinthians inicia o segundo turno com metade da pontuação que terminou o primeiro turno;

2 - Como mandante o Corinthians terá sempre dois jogadores a menos durante todo o jogo;

3 - Cássio terá de jogar com os olhos vendados e as mãos amarradas;

4 - Só serão validados gols do Corinthians se forem de fora da área;

5 - Gols de Jô em clássicos serão anulados imediatamente;

6 - Cada caneta do lateral Guilherme Arana valerá um gol do adversário;

7 - Em caso de pênalti para o Corinthians, o adversário é quem bate;

8 - Em jogos como visitante o Corinthians só poderá fazer gols depois dos 40 minutos do segundo tempo;

9 - O zagueiro Balbuena só poderá atuar se o adversário aceitar;

10 - Vitórias do Corinthians valerão apenas um ponto, e empate, meio ponto.

 

 

A fala de Juca, que também foi publicada em seu blog no UOL, obviamente, foi irônica e alguns textos parecidos já vinham circulando nas redes sociais. Enquanto os outros participantes do programa deram risada, como Arnaldo Ribeiro e Gian Oddi, Mauro Cezar Pereira se manteve sério, mas entrou na brincadeira: "Não acha que todos os jogos do Corinthians deveriam ser apitados pelo Amarilla e pelo bandeirinha Pablo, da semana passada?"

Caso você não tenha entendido, Mauro fez referência a Carlos Amarilla, árbitro paraguaio marcado pela polêmica atuação no jogo entre Corinthians e Boca Juniors, que eliminou o time paulista das oitavas de final da Copa Libertadores de 2013; e ao assistente Pablo Almeida da Costa, que invalidou o gol de Jô no empate em 1 a 1 com o Flamengo. Após análise pelas imagens, ficou claro que o atacante estava três metros atrás da linha da bola e o gol foi anulado incorretamente. 

 

 

Nas redes sociais, alguns espectadores deram risada, enquanto outros não ficaram tão felizes assim com a "gracinha" dele. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolCorinthians
Comentários