Neto chama dirigentes da Chape de incompetentes e será processado

Comentarista não poupou a direção do clube de criticas após a demissão de Vagner Mancini

Relacionadas

Famoso por suas polêmicas e das declarações impactantes que dá na televisão, o comentarista Neto terá que responder na Justiça sobre as pesadas críticas que fez à Chapecoense por causa da demissão do técnico Vagner Mancini.

Durante o "Os Donos da Bola", da TV Bandeirantes, nesta terça-feira, Neto se mostrou revoltado com a situação, acusando os dirigentes do clube de serem uma "cambada de incompetentes" e ainda citar que Caio Júnior, técnico morto no acidente aéreo no final do ano passado, sequer tinha contrato.

Após o vídeo repercutir bastante nas redes sociais, principalmente por causa da situação do treinador que perdeu a vida, o departamento jurídico do clube catarinense resolveu entrar com uma ação criminal e uma cível, alegando injúria. De acordo com eles, o comentarista "ultrapassou o bom senso". "Ele falou muita coisa que não é verdade e ele terá que provar tudo o que afirmou. Ele não sabe nada da Chapecoense e fica falando esse tipo de coisa. A Chapecoense tem uma gestão séria e comprometida e esse tipo de bobagem que ele falou não condiz com o clube", disse Luiz Pallaoro, vice-presidente jurídico da Chapecoense em entrevista ao UOL Esporte.

Além das medidas na Justiça, o clube também pedirá um direito de resposta à Band, emissora em que Neto trabalha. 

MAIS SOBRE:

FutebolTV BandeirantesNetoChapecoenseCaio JúniorVagner Mancinifutebol
Comentários