Chape envia presentes aos meninos resgatados de caverna na Tailândia

Clube brasileiro anunciou que mandou camisas personalizadas do clube aos garotos

A Tailândia concluiu no dia 10 de julho o resgate dos meninos e seu técnico de futebol, presos em uma caverna parcialmente inundada desde o dia 23 de junho. Nesta quinta-feira a Chapecoense anunciou uma homenagem aos 12 garotos do time Javalis Selvagens.

Através da Prefeitura de Chapecó e do Itamaraty, o clube enviou um presente especial aos sobreviventes: camisas da Chapecoense personalizadas com o seu nome, além de uma carta assinada pelo presidente Plinio David De Nes Filho. 

A nota oficial do clube diz ainda que os meninos, de idade entre 11 e 16 anos, se tornaram um exemplo de superação "pela força e resistência demonstradas ao terem sobrevivido por tantos dias sem água, comida e medicamentos".

Não foram só eles que prestaram homenagem aos garotos. O Ceará, por exemplo, jogou a partida diante do Sport com os nomes dos meninos em suas camisas. Outro brasileiro que se mobilizou foi o ex-atacante Ronaldo Fenômeno, que estimulou os garotos a serem fortes enquanto aguardavam o resgate.

Sérgio Ramos, Dybala, Tim Cahill, Toni Kroos, Kyle Walker e Jack Butland também usaram suas redes sociais para enviar mensagens em comemoração ao resgate feito com sucesso. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolTailândia [Ásia]Chapecoensecaverna
Comentários