Chapecoense usa camisa com homenagem a Rafael Henzel na Copa do Brasil

Henzel era um dos sobreviventes do voo que caiu em novembro de 2016, quando levava o time catarinense para a Colômbia

Relacionadas

O jornalista Rafael Henzel, que morreu nesta terça-feira após sofrer um infarto, foi homenageado por seu time do coração. A Chapecoense preparou camisas especiais com os dizeres 'obrigado, Rafa!' para o jogo diante do Criciúma, pela Copa do Brasil.

Durante o jogo, Henzel também foi homenageado por Gustavo Campanharo, autor do segundo gol da Chape. O jogador pegou um microfone de um repórter que estava na beira do campo, relembrando o radialista.

Henzel era um dos sobreviventes da tragédia com o avião da Chape, ocorrido em 29 de novembro de 2016. A queda da aeronave vitimou 71 pessoas, entre jogadores e dirigentes do clube, jornalistas e a tripulação do voo; Henzel, narrador da rádio Capital, de Chapecó, foi um dos seis sobreviventes.

Após o acidente, Henzel voltou a narrar e sempre colocava muita emoção durante os jogos da Chapecoense. Se tornou um símbolo da equipe, junto com os três jogadores que sobreviveram, Neto, Jackson Follmann e Alan Ruschel. Também lançou o livro 'Viva como se estivesse de partida: um relato otimista e emocionante do jornalista que sobreviveu à tragédia da Chapecoense'.

Pouco mais de dois anos após o acidente, o imponderável vitimou Henzel. Enquanto jogava futebol com amigos em Chapecó, o locutor sentiu um mau súbito e foi levado a hospital da cidade. No caminho, veio a falecer. Henzel tinha 45 anos de idade e deixa esposa e um filho adolescente.

Em campo, a Chapecoense triunfou. Na Arena Condá, saiu na frente com Elicarlos e Gustavo Campanharo, mas sofreu o empate do Criciúma, gols de Sandro Silva e Bruno Cosendey. No final, Lourency deu a vitória ao time da casa. Ainda há a volta, a ser jogada na casa do adversário.

MAIS SOBRE:

futebolChapecoenseRafael HenzelCriciúma Esporte ClubeCopa do Brasil
Comentários