Cobrança bizarra: jogador escorrega ao cobrar pênalti e ainda faz falta

Lance aconteceu durante 1 a 1 da partida entre Jacuipense e Manaus

Relacionadas

O momento da cobrança de um pênalti é um dos mais tensos em uma partida de futebol. Há quem ache que só existem duas possibilidades: acertar ou errar, mas é porque não viram um lance do primeiro jogo das semifinais da Série D entre Jacuipense e Manaus.

A outra saída possível em uma cobrança é o desastre total, em que o jogador não só erra como também passa vergonha. Foi o que aconteceu com o lateral-esquerdo Negueba, do Manaus, que teve a chance de desempatar do 1 a 1 a partida fora de casa e sair como herói do jogo, mas não contou com o gramado molhado do Valfredão, estádio em Riachão do Jacuípe, interior da Bahia.

Aos 24 do segundo tempo, Negueba se prepara para bater o que podia ser um gol importante para a conquista do sonho de conseguir título inédito do Campeonato Brasileiro da Série D, mas escorrega e cai no gramado. O árbitro ainda aponta que a bola bateu no braço do jogador e marca falta. 

No fim, a partida acabou mesmo em 1 a 1 e a vaga na decisão vai ser no próximo sábado, às 18h, na Arena da Amazônia. Na outra semifinal, o Ituano venceu o Brusque por 2 a 0 também neste domingo, no Estádio Novelli Júnior, e abriu a vantagem na disputa pela outra vaga na final da Série D.

MAIS SOBRE:

futebolCampeonato Brasileiro de Futebol [Série D]
Comentários