Com Copa e outros 18 títulos, Buffon ainda busca 'maior alegria da carreira'

Goleiro de 39 anos nunca teve o prazer de conquistar a Liga dos Campeões

Relacionadas

Gianluigi Buffon é uma verdadeira lenda do futebol italiano. Com cinco Copas do Mundo na carreira, sendo campeão em uma delas, além de outros 18 títulos por clubes, entre eles sete edições do Campeonato Italiano, o goleiro de 39 anos ainda não se sente totalmente satisfeito de sua trajetória. Para a reta final de sua carreira, ele já estabeleceu um objetivo: ganhar a Liga dos Campeões.

"Significaria muito para mim. Seria a maior alegria de minha carreira, junto com a Copa de 2006, porque é quase uma recompensa - o fim de uma estrada muito difícil, pavimentada com bravura, obstinação e trabalho árduo", afirmou o veterano goleiro, que, na atual temporada, está perto da conquista, já que a Juventus venceu o Monaco por 2 a 0 fora de casa e pode até perder por um gol de diferença no jogo desta terça-feira que mesmo assim se garante na final do torneio continental, contra Real Madrid ou Atlético de Madrid.

Apesar da boa vantagem, Buffon, que já foi vice-campeão da Liga em duas oportunidades, em 2003 e 2015, sabe muito bem que não se pode vacilar nesse momento, ainda mais que o adversário possui um dos melhores ataques do mundo, com mais de 100 gols na temporada. "O Monaco joga um futebol cheio de energia, muito positivo. E é uma equipe tão física como brilhante", avaliou.

O camisa 1 também falou sobre seus 39 anos e a imagem que marcou a partida de ida, quando deu um leve toque na cabeça do jovem francês Kylian Mbappé, uma das principais revelações do Monaco, após fazer várias defesas que o impediram de marcar na partida. "Quando Mbappé nasceu (dezembro de 1998), eu já tinha jogado a Copa do Mundo da França. Isso é a beleza de ter uma carreira comprida", afirmou, completando: "Quando comecei, jogava com jogadores que tinham nascido no fim dos anos 50 ou 60. Agora, acabo as partidas com jovens dos anos 2000. É bastante tempo, mas estou bem em saber que agora estou jogando ao lado de Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo", completou.

Sobre as possibilidades de conquistar a 'Champions', o goleiro italiano encerrou a entrevista afirmando que o título seria uma recompensa. "Sempre quis vencê-la e sempre estive convencido de que posso consegui-la com minha equipe".

MAIS SOBRE:

Futebol Monaco Buffon Campeonato Italiano Liga dos Campeões Real Madrid Atlético de Madrid Cristiano Ronaldo Neymar Messi Futebol Juventus Football Club Buffon
Comentários