Com golaço do meio-campo, time da Nova Caledônia garante vaga no Mundial

Hienghène Sport vence por 1 a 0 a final da Liga dos Campeões da Oceania

Relacionadas

Um golaço marcado por Antoine Roine atravessou o mundo e repercutiu nas redes sociais: o jogador foi o responsável por balançar as redes adversárias no duelo entre Hienghène Sport e AS Magenta. Além da vitória, o Hienghène Sport teve também uma conquista histórica.

Com o triunfo deste fim de semana, essa é a primeira vez que um time da Nova Caledônia vence a Liga dos Campeões da Oceania (OFC). Tirando o título do Hekari United, da Papua-Nova Guiné, na temporada 2009-10, todos os outros clubes campeões eram da Austrália ou Nova Zelândia.

O golaço do time natural da Nova Caledônia, um arquipélago francês na Oceania, foi uma pintura. Roine, aos 20 minutos do segundo tempo, arriscou de antes do meio de campo ao perceber que o goleiro rival estava adiantado e não deu outra: a bola caiu dentro do gol.

Com o Hienghène Sport, o próximo Mundial de Clubes já conta com duas equipes. Além do time neocaleônio, o Monterrey do México também já se garantiu. Na Europa, Tottenham e Liverpool decidem a vaga no próximo dia 1º de junho, na final a ser disputada em Madri, Espanha, da Liga dos Campeões.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Koi Theen ! Hienghène Sport champion de l'OFC 2019 ! #oleague2019 #football #caledoniatv

Uma publicação compartilhada por CALEDONIA (@caledonia.nc) em

MAIS SOBRE:

futebolNova Caledônia [Ásia]Oceania [continente]Mundial de Clubes
Comentários