Com print, Marco Aurélio Cunha nega que Raí tenha se oferecido à CBF

Coordenador de futebol feminino da CBF sai em defesa do diretor do São Paulo

Relacionadas

Uma polêmica se instaurou com o comentário feito por Andrés Sanchez durante um programa da Fox Sports. Na ocasião, o presidente do Corinthians criticou Raí por se oferecer ao cargo que era de Edu Gaspar na CBF enquanto é diretor de futebol do São Paulo

Um novo capítulo da história foi revelado na tarde desta terça-feira. Marco Aurélio Cunha, ex-conselheiro do clube tricolor e atual coordenador de futebol feminino da CBF saiu em defesa de Raí. Em seu Instagram, publicou uma imagem de uma conversa que teve com o diretor do São Paulo sobre a possibilidade do diretor deixar o clube.

"Sei que a minha missão aqui será importante, e não muito longa (não quero também), mas não agora. Vou cumprir minha missão de colocar nos trilhos, apesar de muita gente atrapalhar e torcer contra. Nenhuma vontade de trabalhar fixo na CBF", diz Raí na mensagem enviada no dia 18 de junho.

"Raí jamais postulou qualquer posição aqui e sempre se preocupou com suas responsabilidades no São Paulo. Talvez não devesse me meter, mas não posso aceitar mentiras. Jamais houve convite daqui e tão pouco desejo do Raí no cargo", esclarece Marco Aurélio Cunha na legenda da imagem.

MAIS SOBRE:

futebolAndrés SanchezMarco Aurelio CunhaRaíEdu GasparCBF [Confederação Brasileira de Futebol]São Paulo Futebol Clube
Comentários