Comentaristas? Programa pede 'visão de técnico' em análises da Copa do Mundo

Além de Abel, Luxa, Jair e Parreira, também participarão de programa da Fox Aguirre, Roger, Mano e Zé Ricardo

Relacionadas

Uma bancada de "comentaristas" formada por Abel Braga, Jair Ventura, Carlos Alberto Parreira e Vanderlei Luxemburgo, no programa "Debate Final: Especialistas", da Fox Sports, ganhou repercussão imediata nas redes graças aos comentários bem-humorados e análises diretas de seus componentes.

Argentino que humilhou jovem russa é proibido de assistir jogos da Copa

Edmundo critica atuação de Arrascaeta em partida que meia ficou no banco

'Deuses' do futebol viraram obras de artes clássicas em museu russo

O programa que vai ao ar até o fim da Copa do Mundo na emissora - a primeira edição foi no sábado passado, depois do jogo do Brasil - põe somente uma restrição aos convidados: que não sejam comentaristas, e sim analisem o Mundial sob a ótica de quem poderia estar no lugar de Tite, Joachim Löw, Jorge Sampaoli e outros técnicos.

"A ideia é ampliar o entendimento e ter uma visão diferente sobre o evento", explica o vice-presidente da Fox, Eduardo Zebini. "Qualquer um dos convidados poderia estar na Copa, como técnico, assistente, e alguns até já estiveram lá (Parreira). Em nenhum momento pedimos para que eles se transformem em comentaristas. O que pedimos é justamente a visão do treinador a respeito da preparação das equipes e de seus desempenhos."

Nesta sexta, uma nova edição do programa vai debater o jogo do Brasil contra a Costa Rica, pela 2ª rodada do Mundial. Na bancada, permanecem Luxemburgo e Jair Ventura e, ao lado deles, estarão Zé Ricardo e Jorginho. Outros nomes já aceitaram participar do programa e devem aparecer em edições seguintes, como Roger Machado, Mano Menezes e Diego Aguirre.

Ex-treinador do Corinthians e atualmente na Arábia Saudita para comandar o Al-Wehda, Fábio Carille também foi consultado pela emissora, mas depende de uma eventual viagem ao Brasil para estar na bancada de técnicos.

De acordo com Zebini, os treinadores são livres para opinar. "O Téo (José, apresentador) conduz as discussões, mas a linha editorial do programa é respeitar a opinião de cada um dos nossos convidados". A "liberdade" rendeu momentos curiosos já na primeira edição do programa.

"Qual seria sua última frase na preleção, antes de entrar em campo", perguntou Téo José. "Mas aí eu teria que soltar um palavrão", respondeu Abel Braga. "Autorizado" pelo apresentador, disparou: "Vamos lá, c*! Sem medo, p*!". Luxa não demorou para emendar: "Rapaziada, tem que entrar com a p* apontada para o céu! Vamos comer eles!."

"Tem sido uma mesa de debate muito interessante", analisa Parreira. "Todos na mesa têm grande experiência e contribuem muito com seus comentários e suas posições sobre os desempenhos das seleções no mundial."

Convidado especial

O ex-apresentador Jô Soares também participa do programa contando histórias e fazendo longas análises por vídeo. "Ele contribui muito com tudo o que ele já viu sobre o esporte", diz Luxemburgo. "Sua memória fantástica nos traz ingredientes especiais para o debate."

MAIS SOBRE:

FutebolAbel BragaCarlos Alberto ParreiraJair VenturaVanderlei LuxemburgoFox SportsCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]Roger MachadoMano MenezesFábio Carille
Comentários