Conmebol veta uniforme do Flamengo contra o Cruzeiro e gera revolta

Partida acontece nesta quarta-feira, no Mineirão, em duelo válido pelo jogo de volta das oitavas da final da Libertadores

Relacionadas

O Flamengo foi proibido de usar o seu uniforme tradicional na partida contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, no Mineirão, em duelo válido pelo jogo de volta das oitavas da final da Libertadores. A decisão foi tomada pela Conmebol durante reunião realizada em Belo Horizonte.

Sem a opção rubro-negra, o time carioca vai vestir a camisa branca, short na cor grafite e apenas o meião nos tons vermelho e preto. Já o rival Cruzeiro vai usar o uniforme azul e o meião branco.

A notícia não agradou os torcedores do Flamengo. Muitos relembraram que na partida de ida, no Maracanã, a equipe usou a camisa rubro-negra e o Cruzeiro o manto azul. "Conmebol encrencar com o uniforme rubro-negro do nada só mostra que eles estão de birrinha idiota com o Flamengo", "os dois usaram seus uniformes tradicionais na primeira partida", "a Conmebol só pode estar de sacanagem", "vermelho e preto confundem?", comentaram alguns dos fãs no Twitter.

Vale lembrar que os uniformes de Palmeiras e Internacional, no último domingo, acabaram virando piada na internet. O time do Beira-Rio usou um manto na cor cinza e quase não dava para perceber a diferença com o uniforme verde da equipe rival.

 

 

MAIS SOBRE:

FutebolFlamengoCruzeiro Esporte ClubeMaracanã [estádio Rio de Janeiro]Libertadores [Copa Libertadores da América]Conmebolfutebol
Comentários