Coragem: dez jogadores de futebol que se arriscaram em outros esportes

Críquete, corrida, vôlei, futebol americano, pólo e golfe foram algumas das modalidades escolhidas

Relacionadas

Não é todo mundo que decide se aposentar do esporte após encerrar sua carreira no futebol. Conheça nove atletas que se arriscaram em diferentes modalidades depois (ou durante) sua carreira como jogadores profissionais. Críquete, corrida, vôlei, futebol americano, dardos, pólo e golfe foram algumas das áreas escolhidas por eles. Dizem que quando um atleta é completo ele é bom em tudo. Será?

1. Críquete

 

Gary Lineker sempre foi um goleador nato, passou por clubes como Everton, Barcelona e Tottenham. No entanto, ele trocou as chuteiras por pelo uniforme de críquete quando ele jogou no Marylebone Cricket Club e também no Sir JP Getty’s XI. Lineker também foi capitão da equipe de críquete de sua escola dos 11 a 16 anos e já chegou a afirmar que pensava que teria mais no críquete do que no futebol.

2. Corrida

Depois de se aposentar do futebol em 2013 vestindo a camisa do Real Madrid, o goleiro Jerzy Dudek que atuou por muitos anos no Liverpool retornou à Polônia para competir em uma corrida automobilística de resistência de 24 horas. Dudek ainda conseguiu acumular alguns pódios para somar suas medalhas na Copa da Liga e na Liga dos Campeões.

3. Futebol Americano

 

As chuteiras de ouro de Clive Allen fizeram 49 gols em 54 partidas pelo Tottenham em 1986/87. Uma década depois, o atacante teve um breve período como kicker pelo London Monarchs na NFL européia. Allen, no entanto, admitiu mais tarde que ele não estava mentalmente pronto para ser agredido no campo.

4. Tênis

Paolo Maldini fez sua estréia no tênis profissional no ano passado em uma partida de duplas de Milão ao lado de Stefano Landonio. Durante sua carreira no futebol, Maldini atuou tanto como lateral-esquerdo quanto zagueiro. Além de jogar no Milan, o jogador também vestiu a camisa da seleção italiana várias vezes, disputando inclusive quatro edições da Copa do Mundo.

5. Luta

Tim Wiese, o bad boy da Bundesliga e goleiro renomado virou as costas ao futebol em 2014, depois de ter sido expulso do time principal do Hoffenheim por ter sido expulso de uma festa. O herói do Werder Bremen concentrou-se em aumentar seu corpo, comendo 1kg de carne todos os dias. Wiese fez sua estréia oficial na WWE em Munique em 2016, sob o apelido de "The Machine" e venceu a luta. 

6. Pólo

Gabriel Batistuta tem seus próprios cavalos de pólo e sua equipe, La Gloria, que veste uma camisa roxa com um brasão similar à sua amada Fiorentina. O argentino venceu o torneio de elite da Copa Stella Artois Polo em 2009 entre as classes mais altas do país. Enquanto jogador de futebol, o atacante também atuou por clubes consagrados como River, Boca Juniors, Roma e Internazionale. 

7. Golfe

 

Julian Dicks  participou do European Professional Development Tour em 2007 - efetivamente, a terceira divisão do golfe - com o aviso: "Espero poder jogar golfe da mesma maneira que joguei futebol". Enquanto jogador ele atuava como zagueiro e passou por equipes como o Liverpool, West Ham United e Birmingham City.

8. Vôlei

Enquanto a maioria de seus colegas estava relaxando em iates durante o verão de 2017, Ivan Perisic, atualmente jogador da Internazionale, estava representando a Croácia no vôlei de praia. O jogador de 29 anos joga desde os 10 anos de idade e disse com alguma seriedade: “Recebi permissão para jogar em um torneio de vôlei de praia da maior importância. Meu único desejo é ficar no torneio o maior tempo possível”. No entanto sua equipe foi devidamente golpeada pelo Brasil e depois pelos Estados Unidos.

9. Dardos

Rafael van der Vaart encerrou a carreira no futebol em 2018, mas o holandês de 36 anos já está se arriscando em outro esporte. O ex-jogador da seleção de seu país, além de clubes como o Real Madrid, Tottenham e Ajax, vai participar de seu primeiro torneio oficial de arremesso de dardos em maio deste ano.

10. Golfe

 

Após anunciar sua aposentadoria do futebol profissional, Darío Conca revelou que pretende realizar um sonho antigo: jogar golfe. A princípio, o ex-meia contou ao Globoesporte.com que a ideia é praticar o esporte como uma brincadeira, mas nada impede de se transformar em uma coisa mais séria no futuro. "Vou tentar dar o máximo, me preparar, treinar e depois vamos ver até onde dá para chegar", contou na entrevista. 

MAIS SOBRE:

esporte
Comentários