Corinthians deseja força ao padre Marcelo Rossi, empurrado durante missa

Sacerdote foi atendido no local após o tombo e afirmou que não se feriu

Relacionadas

Uma cena chocou o Brasil na tarde deste domingo: o padre Marcelo Rossi caiu de cerca de dois metros de altura ao ser empurrado por uma mulher enquanto celebrava uma missa para 40 mil pessoas em Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.

Por ser torcedor do Corinthians, o clube alvinegro resolveu prestar uma homenagem e desejar melhoras ao sacerdote. "Força ao padre Marcelo Rossi, que sofreu um empurrão e caiu do altar durante uma missa realizada hoje", escreveu o clube em postagem realizada no Instagram.

O padre foi atendido no local e não se feriu. Alguns minutos após o tombo, o líder religioso voltou ao altar e continuou a celebrar a missa. "Estou ótimo, fiquem tranquilos. Tudo isso é normal, sou pastor de Cristo, não quebrou nada. Amém", disse em vídeo feito após a missa. 

Um momento marcante foi quando o time do Corinthians campeão da Libertadores em 2012 foi a uma missa realizada pelo padre para agradecer ao sucesso da equipe. Com o troféu do torneio, medalhas e o treinador Tite, o padre Marcelo puxou o hino do clube alvinegro ao final do culto.

"Vou guardá-la (a medalha) com muito carinho. Sou corintiano desde pequeno, meu pai me converteu aos dez anos de idade", disse o padre em entrevista ao Globoesporte.com, na ocaisão.

MAIS SOBRE:

futebolMarcelo RossiCorinthiansLibertadores [Copa Libertadores da América]Padre Marcelo Rossi
Comentários