Coronavírus: jogadores de time italiano entram em campo com máscaras

País sofre com epidemia da doença e ministro do esporte pede suspensão dos jogos

Relacionadas

Os jogadores do Pescara entraram em campo com máscaras de proteção na derrota por 4 a 0 para o líder Benevento, em duelo da Série B do Campeonato Italiano. A medida foi tomada por conta da crise de coronavírus (Covid-19) que se espalha pelo país, o mais afetado da Europa.

A partida no estádio Ciro Vigorito, em Benevento, no sul da Itália, ocorreu com portões fechados, assim como todos os jogos do fim de semana da Séries A e B do nacional.

"Preocupados com a saúde de nossos jogadores e dos adversários, fomos ao campo usando máscaras protetoras. Estas serão removidas somente após pedido do árbitro, pois não estão previstos no regulamento", publicou o clube em seu twitter.

Horas antes do confronto, o ministro do Esporte na Itália, Vincenzo Spadafora, e o presidente da Associação Italiana de Jogadores, Damiano Tommasi, pediram que as ligas fossem suspensas no país.

“Não faz sentido, neste momento, colocar em risco a saúde dos jogadores, árbitros, técnicos e dos torcedores, que seguramente se reunirão para assistir à partida, só para não suspender temporariamente o futebol e atingir os interesses em volta disso”, declarou Spadafora.

Na Séria A, a partida entre Parma e Spal teve um atraso de 35 minutos enquanto a solicitação era analisada. 

A epidemia de coronavírus na Itália tem piorado nos últimos dias. No último dado divulgado pelo governo local, domingo, 7.375 casos e 366 mortes estavam confirmadas. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, colocou em quarentena a região da Lombardia e outras 14 províncias do centro e norte do país, fato que afeta 16 milhões de pessoas.

MAIS SOBRE:

futebolCampeonato Italiano de Futebolcoronavírus
Comentários