Cria da base do Flamengo, Djalminha chora ao comentar tragédia

Ex-jogador, que vestiu a camisa rubro-negra, não conteve a emoção ao comentar sobre o incêndio no Ninho do Urubu

Relacionadas

A tragédia do CT do Flamengo causou comoção mundial. Depois de clubes estrangeiros, imprensa internacional, jogadores como Neymar, Pelé, Cristiano Ronaldo e Messi se manifestarem, foi a vez do ex-jogador Djalminha chamar a atenção dos internautas por não conter a emoção e chorar ao vivo ao comentar sobre o incêndio que atingiu o CT do Flamengo na madrugada de quinta para sexta-feira.

Durante o programa Bate Bola Debate, da ESPN, o ex-jogador, que vestiu a camisa do Flamengo, comentou sobre a tragédia. "Realmente é muito difícil falar. Eu tive uma manhã muito triste porque a gente remete lá atrás. Desculpas, estou aqui tentando me controlar. É difícil", disse chorando.

"A gente remete aos amigos que começaram lá e poderia ter sido um deles, a família, não só os garotos, mas os funcionários também. Então, assim, é difícil falar porque não tem explicação. A vida, os meninos com tantos sonhos. Eu passei por isso, então ser interrompido assim tão jovem é muito difícil. A gente tem que rezar e pedir para que essas famílias tenham a capacidade de entender essas coisas que acontecem", completou Djalminha.

Djalminha iniciou a carreira no futebol na base do Flamengo. Ele entrou na equipe principal em 1989 e permaneceu até 1993. Por lá, participou de 133 jogos e marcou 28 gols.

SOBRE O INCÊNDIO

Um incêndio no CT do Flamengo, em Vargem Grande, zona oeste do Rio, na madrugada de quinta para sexta-feira, causou a morte de dez pessoas e mais três ficaram feridas. O local em que os jovens da base do clube ficam alojados, pegou fogo por volta das 5h. 

 

MAIS SOBRE:

futebolFlamengoNinho do UrubuRio de Janeiro [cidade RJ]incêndio
Comentários