Cristiano Ronaldo em promoção: mas não para o Barcelona nem PSG

Multa rescisória do jogador que era de 1 bilhão de euros diminuiu para 120 milhões de euros

Ainda não se sabe o futuro de Cristiano Ronaldo após o término da Copa do Mundo. Após a declaração do craque no fim da Liga dos Campeões, onde o português deixou no ar sua permanência no Real Madrid, as especulações começaram. Mas, hoje, uma nova informação sobre o passe do camisa 7 foi publicada pelo OK Diário.

+ Trump brinca e diz que CR7 perderia eleição contra o presidente de Portugal

+ Relação de Cristiano Ronaldo com o filho vira meme entre os brasileiros

+ Inspiração? Messi pode dormir vendo um enorme rosto de Cristiano Ronaldo

O clube merengue aceitou, no início de 2018, baixar o valor da multa rescisória do jogador, que era de 1 bilhão de euros, cerca de R$ 4,4 bilhões. Primeiro o valor foi para 400 milhões de euros (R$ 1,7 bilhão) e, depois, diminuiu ainda mais: 120 milhões de euros (R$ 533 milhões), quase 10% do valor inicial.

De acordo com a reportagem, alguns clubes terão que pagar um valor mais alto do que outros caso queiram contar com o atacante português em seu elenco. Uma condição imposta pelo Real Madrid é que esse "desconto" só vale para clubes que não sejam nem o Barcelona, nem o Paris Saint-Germain.

A informação revela que, antes da final da Liga dos Campeões, três quatro clubes europeus demonstraram interesse em negociar o gajo português pelo valor de 120 milhões de euros, além do pagamento para CR7 de 40 milhões de euros líquidos (R$ 177,9 milhões). 

No dia 7 de junho o jornal português Record publicou: "Cristiano vai sair de Madrid". De acordo com o periódico a decisão do craque é irreversível e se deu pelo descumprimento de promessas sobre a melhoria de seu contrato com a equipe merengue.

 

MAIS SOBRE:

FutebolCristiano Ronaldo
Comentários